1 HOME
SEM VESTIBULAR
3 D.E.L.E CERVANTES
4 PRÉ-VESTIBULAR
5 VIAGEM ,EXTERIOR
6 IMPORTANTE SABER
7 Á DISTÂNCIA
8 PUBLICIDAD ARG
9 CURSOS EMPRESAS
10 TRADUÇOES
11 CASTELLANO
12 AULAS
13 O MUNDO ESPANHOL
14 NOVELAS
15 RADIOS
16 DICCIONARIO
17 FOTOS ARG 1
18 FOTOS ARG 2
19 FOTOS ARG 3
20 FOTOS ARG 4
21 FOTOS ESPAÑA
22 VIDEOS
23 PAGINA RESTRITA



SEM VESTIBULAR

Bolsas de Estudo

Todos os anos abrem as convocatórias de bolsas de estudo para estudantes estrangeiros que desejam estudar no país. No site oficial Estudar na Argentina se oferece informação atualizada.

Mais informação: Estudar na Argentina. Seção, Requisitos e ajudas /Bolsas de estudo

http://spuweb.siu.edu.ar/studyinargentina/pages/study1203.php


Estudiar en Argentina

A Argentina conta com uma centenária tradição educativa, em todos os seus níveis. As políticas estatais se orientaram para garantir o acesso irrestrito de toda a população a uma educação de qualidade, o que redundou em uma população com altos índices de escolarização e alfabetismo. Mais de 30% dos jovenentre 18 e 24 anos chega à universidade.

luminoso por Marisali.

Um dado que merece ser destacado é sua tradição universitária estatal assentada sobre a base de ingresso irrestrito, sem cotas nem vagas. Outro ponto a ser mencionado é a escolha de seus professores por concurso, garantindo assim a liberdade de idéias e a diversidade de conhecimento.

O desenvolvimento e fomento da pesquisa científica também é objeto de apoio e impulso estatal. Através do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet) se convoca a cada ano, a apresentação de projetos para serem subsidiados. As universidades contam com centros de pesquisa de qualidade, tanto para as ciências duras como para as sociais. Outra convocatória interessante é a realizada há 4 anos, pelo Concurso Innovar, que tem como objetivo principal reconhecer, promover e premiar as iniciativas que expressem originalidade, vontade de mudança, valor agregado na produção do conhecimento e, fundamentalmente, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

tren`del fin del mundo` por adric1010

Apesar de os centros urban os concentrarem a maior proporção da oferta, o mapa de distribuição dos centros de formação permite eleger alternativas situadas em lugares tranqüilos, perto de áreas naturais ou atrativos turisticos.

Puente de la Mujer, Buenos Aires, Argentina por bridgepix.

As cidades são importantes centros de atividades culturais, esportivas e econômicas. Além da capital, Buenos Aires, outros pólos urbanos, como Rosario, Mendoza, Córdoba Resistencia,La Rioja  Bariloche ou La Plata, também oferecem uma combinação equilibrada entre estudo e vida urbana.

A vida cultural do país é uma das mais dinâmicas e estimuladas da região. A Argentina conta com uma rede nacional de mais de 500 museus. Buenos Aires concentra uma das ofertas de teatro ou independente mais diversificada do mundo. A produção cinematográfica local cresce ano a ano e se posiciona como uma das mais interessantes e originais a nível internacional, participando e recebendo reconhecimentos em prestigiosos festivais, como Cannes, Berlim ou São Sebastião. As carreiras e cursos relacionados com a indústria cinematográfica estão cada vez melhor posicionados como opções interessantes para estudantes estrangeiros. Quanto à indústria da TV, a venda de programas, idéias, formatos e roteiros aos mercados estrangeiros está renovando este negócio mundial. Os designs argentinos, tanto gráficos, industriais, multimídia, de indumentária ou decoração ganharam um importante protagonismo que cresce sustentadamente. E a indústria editora goza de uma inegável tradição, convertendo o país em um dos mercados de fala hispana mais importantes do mundo. Em resumo, o desenvolvimento atual das indústrias culturais locais está alcançando reconhecidos níveis que combinam o ponto exato entre criatividade, gestão e profissionalização.





Um gigante chamado UBA

É a maior universidade do país. Pública, e com 187 anos de existência, oferece 108 cursos de graduação em 13 faculdades para mais de 300.000 estudantes. Seu prestígio acadêmico e científico é reconhecido em todo o mundo, assim como seus profissionais.


A Faculdade de Engenharia oferece 11 carreiras de graduação e várias de pós-graduação.

A Universidade de Buenos Aires (UBA) foi inaugurada em 1821, quase 5 anos após a declaração da independência argentina. Apesar de no início depender do governo provincial, a partir de 1881 passou a ser uma instituição nacional e se converteu no maior centro acadêmico, cultural e científico, espaço de formação de profissionais, de circulação e produção de conhecimentos do país.



De universidade de elite, no início do século XX, passou a ter uma convocatória massiva aumentando seu prestígio acadêmico. Por suas aulas transitaram, seja como estudantes ou docentes, grandes figuras políticas e intelectuais argentinas. Também, tem a honra de ter formado
os três prêmios Nobéis outorgados à Argentina: Bernardo Houssay (1947) e César Milstein (1984) em Medicina e Luis Federico Leloir (1970) em Química. 

 Florida y Alvear

É o centro de formação superior mais povoado da Argentina, e também da América Latina. A cada ano, recebe mais de 50.000 estudantes. 

Fin del mundo por Zatarra Rolando.

Graças à política de educação superior sustentada pelo Estado argentino, o ingresso à UBA, e à todas as universidades públicas do país, é totalmente irrestrito e gratuito. Em outras palavras, exceto algumas exceções, todos os estudantes que tiverem o segundo grau completo podem se inscrever em quaisquer de seus cursos sem pagar matrículas, sem exames ou cursos de ingressos e sem vagas limitadas.



Outro dos traços de distinção das universidades públicas argentinas é a existência da liberdade de cátedra e os concursos docentes. Assim, garante-se a autonomia de pensamento, como também a incorporação de recursos humanos idôneos e capacitados.

Cada vez llegan más chilenos a estudiar al país
Atualmente, a UBA conta com 13 faculdades que oferecem 108 carreiras de graduação e 314 de pós-graduação. E isso não é tudo, também gerencia: 
TREN DEL FIN DEL MUNDO - USUAHIA por ietzabel.

•   
Centro Cultural Ricardo Rojas, um dos mais destacados do país e usina de vanguardas culturais;
•    uma editora,
Eudeba, pioneira na publicação de textos acadêmicos nacionais e internacionais e que por sua vez é co-editora do Guia do Estudante, com informação sobre a oferta de formação superior na Argentina;
•    a revista
Encrucijadas;
•   
três escolas médias, o Colégio Nacional de Buenos Aires, a Escola Superior de Comércio Carlos Pellegrini e a Escola de Educação Técnica em Produção Agropecuária e Agroalimentar;


Tigre Hotel

    
•    um conjunto de 6
hospitais, dentro dos quais se  destaca o Hospital de Clínicas, importante centro de formação e de atendimento de pacientes;
•    18
instituições de pesquisa próprias, mais 22 coordenados junto com o Conicet, sem contar os laboratórios e centros de pesquisa que funcionam em cada uma das faculdades;
•    uma
Direção de Orientação ao Estudante (DOE) que organiza e ministra oficinas e cursos de orientação;
•    o programa de educação à distância
UBA XXI que possibilita aos estudantes, cursarem as matérias do Ciclo Básico Comum mediante novas tecnologias educativas e da informação;
•   
UBA XXII, um programa pioneiro no mundo da educação nos cárceres. Funciona há mais de 20 anos, ao longo dos quais passaram mais de 2000 alunos e 100 graduados. Ministram-se carreiras como Psicologia, Direito, Econômicas e Sociologia;
•    um grande
centro de esportes;
•    uma rede de
14 museus;
•   
coro e orquestra;
•   
Rádio UBA 90.5 FM

 

Estudar na Argentina

Estudantes internacionais provenientes de extra MERCOSUL, que não requerem visto para

ingressar como turistas à Argentina

Uma vez inscrito na instituição universitária e dentro dos 30 dias úteis, deverá apresentar-se ante a DNM com constância de inscrição na instituição educativa, passaporte -ou cédula de identidade- válido e vigente ou certificado de nacionalidade, certidão de nascimento legalizada, certificado de carência de antecedentes penais onde haja residido nos últimos cinco anos, legalizado ou comentário, certificado de carência de antecedentes penais na República Argentina e pagar a taxa respectiva.

Neogótico. por l_ul_i

Estudantes Internacionais provenientes de extra MERCOSUL, que requerem visto para ingressar como turistas à Argentina

A instituição universitária solicitará à DNM a autorização de entrada ao território nacional da pessoa estrangeira, através de um formulário específico. A DNM aprovará ou rejeitará a solicitação.

No primeiro caso, a pessoa estrangeira solicitará o visto ante o consulado recebendo o visto sempre que comprove a identidade, carência de antecedentes penais onde haja residido nos últimos cinco anos, apresente certidão de nascimento, comprove meios econômicos para sobreviver e hospedar-se na Argentina, possuir conhecimentos necessários do idioma nacional e pagar a taxa respectiva.



Paseo del Buen Pastor

Os estudantes compreendidos nesta última categoria, que hajam cursado e sido aprovados em um curso de idioma castelhano, oficialmente, reconhecido e que posteriormente estejam inscritos e aceitos por uma entidade educativa oficialmente reconhecida com a finalidade de cursar uma carreira formal, poderão efetuar a mudança de subcategoria migratória a estudantes formais em território.

mi Parque Patricios

Uma vez finalizados os trâmites, em todos os casos, outorgar-se-á uma residência temporária de dois anos, podendo prorrogar-se, enquanto houver carência de antecedentes penais na Argentina, sua condição de aluno regular mediante pagamento da taxa específica. Também, com antecipação, os estudantes que estiverem recebendo tratamento médico e/ou medicação de forma regular devem informarse sobre a disponibilidade da prestação de dito tratamento e/ou medicamento na Argentina.

Mais informação: www.migraciones.gov .ar ou “Guia de trâmites”, em Documentação/Migrações, do site

www.argentina.gov.ar

Cursos, estágios ou programas de intercâmbio

Para comparecer a cursos que durem mais de 90 dias, participar de programas de intercâmbio cultural,estudantil, estágios ou estudos parciais dentro de uma carreira universitária, dever-se-ão levar emconsideração os seguintes requisitos:

Estudantes internacionais provenientes de extra MERCOSUL que não requerem visto para ingressar na Argentina como turistas

Uma vez inscrito na instituição universitária e dentro dos 30 dias úteis, deverá se apresentar ante a DNM com constância de inscrição na instituição educativa e o curso em questão, passaporte - ou cédula

Argentina.ar 13

Estudar na Argentina

identidade - válido e vigente ou certificado de nacionalidade, certificado de carência de antecedentes penais onde haja residido nos últimos cinco anos, legalizado ou com comentários legais, certificado de carência de antecedentes penais na República Argentina.

Estudantes internacionais provenientes de extra MERCOSUL que requerem visto para ingressar como turistas

A instituição universitária solicitará à DNM, a autorização de ingresso ao território nacional da pessoa estrangeira, através de um formulário específico. A DNM aprovará ou rejeitará a solicitação.

No primeiro caso, a pessoa estrangeira, solicitará o visto ante o consulado denunciado para comparecer ao curso pretendido. Para ser outorgado o visto, deve comprovar identidade, carência de antecedentes penais onde haja residido nos últimos cinco anos, certidão de nascimento, meios econômicos para subsistir e hospedar-se na Argentina, conhecimentos necessários do idioma nacional.

Cumpridos estes trâmites, em todos os casos será outorgada uma residência transitória especial, que será de um ano, exceto que o prazo do curso, a participação nos programas de intercâmbio cultural, estudantil, estágios ou estudos parciais dentro de uma carreira universitária seja inferior, em cujo caso, o prazo de residência será o da duração indicada.

Mais informação: www.migraciones.gov.ar ou “Guia de trâmites”, em Documentação/Migrações do site

www.argentina.gov.ar


 
Preparamos  você  em  espanhol para estudar na Argentina. Na Argentina o sistema de ensino segue o padrão europeu, ou seja,
 SEM VESTIBULAR!!
Mas garante sua excelência acadêmica com concursos publicos obrigatórios por lei, a cada 5 anos, para todos os seus professores. Na Argentina quem faze vestibular são os professores e não os alunos.
 
De acordo com a política de ensino da Argentina, TODO aluno, argentino ou estrangeiro, que tenha um certificado de conclusão do ensino médio, tem direito de cursar uma Universidade.
 
 

Podem ser cursadas carreiras de pré-graduação, de graduação e cursos de pós-graduação. As carreiras de pré-graduação são curtas, não duram mais de quatro anos, e oferecem títulos técnicos. As de graduação incluem as licenciaturas, alguns professorados, medicina, direito, as diferentes engenharias, entre outras. Quanto à pós-graduação, a oferta cobre uma ampla gama de áreas disciplinares.  Algumas universidades oferecem bolsas de estudo para estudantes estrangeiros. 

 
 

LIGUE:  31-9351-8486  

VEJA:  pag. 2 `SEM VESTIBULAR`

ESCREVA:  ESPANHOL@ARGENTINA.COM


 
 



 5 PREMIOS NOBEL DE ARGENTINA SE FORMARON EN UNIVERSIDADES PÚBLICAS  ARGENTINAS








Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

espabelo@gmail.com cel 31-9351-8486

Site pronto: NetFacilita